Espetáculo leva a escolas do DF histórias da cultura negra do nosso país. No mês de agosto, o grupo Grito de Liberdade promete encantar alunos da rede pública com novas histórias contadas a partir da capoeira, dança e música

A história negra de nosso país é contada a partir de diferentes formas, sujeitos e versões. Muitos são os heróis e símbolos que nos representam e fazem parte de nossas raízes, como Zumbi, Dandara, Luiz Gama, Carolina de Jesus, a Capoeira, o Maculelê e muitos outros cantos e danças da resistência afrobrasileira. Mas, oficialmente, a história negra é comumente omitida, sendo que assim não conhecemos, de fato, muito de nossas origens. Pensando em inserir nomes e expressões afro no ensino do DF, o Centro Cultural e Social Grito de Liberdadeu do Mestre Cobra vai circular, no mês de agosto, com o espetáculo Quilombos da Liberdade – Identidade, apresentando, a partir da capoeira, narrativas onde os alunos aprendem sobre a história negra do país como processo formador de nossa identidade. De 02 a 19 de agosto, o grupo passará pelo Riacho Fundo, Taguatinga e Núcleo Bandeirante, alcançando 6 escolas e centenas de crianças e adolescentes.

O projeto Quilombos da Liberdade é um espetáculo que visa reverenciar e difundir a cultura afro para estudantes do ensino básico, fundamental e médio da Rede Pública do Distrito Federal. Repleto de muita dança, ritmo, cor e movimento, o espetáculo usa a linguagem da capoeira para apresentar histórias e referenciais afro-brasileiros, revelando novas perspectivas sobre a nossa história, nossos simbolos e nossos heróis. No ano de 2017 o Quilombos da Liberdade chega a sua 7ª edição, e promete encantar e cativar as nossas crianças e jovens com muita força e energia.

O grupo Grito de Liberdade foi premiado, recentemente, com o primeiro Prêmio de Cultura afro-brasileira realizado pela Secretaria de Cultura do Distrito Federal, para atividades relacionadas ao fortalecimento e à promoção continuada das expressões culturais afro-brasileiras, graças a circulação de seus projetos fomentadores da cultura negra no DF e entorno.

“O projeto Quilombos da Liberdade – Identidade ganha mais força a cada edição, e nesse ano vamos contemplar mais 6 escolas da rede pública do DF de todos os turnos, levando as referências afro para sala de aula e ampliando a visão da história do Brasil através da capoeira e suas danças.” Mestre Cobra, idealizador do projeto e do Grito de Liberdade.
O projeto é uma afirmação e defesa da LEI No 10.639, DE 9 DE JANEIRO DE 2003, pouco estabelecida nas escolas e cujo o primeiro artigo diz:

“O conteúdo programático a que se refere deste artigo incluirá o estudo da História da África e dos Africanos, a luta dos negros no Brasil, a cultura negra brasileira e o negro na formação da sociedade nacional, resgatando a contribuição do povo negro nas áreas social, econômica e política pertinentes à História do Brasil.”

O Centro Cultural e Social Grito de Liberdade do Mestre Cobra

Fundado em 1994, o Grupo Cultural e Social Grito de Liberdade está espalhado pelo DF e pelo Brasil, formando capoeiristas também em Goiás, Minas Gerais, Piauí e Rio Grande do Norte. São muitos alunos, entre meninos e meninas, homens e mulheres, velhos e velhas, vindos de todos os setores da sociedade. Mestre Cobra perpetua a capoeira não somente como uma luta ou dança, mas como qualidade de vida, como uma arma de conhecimento de si, do outro e do mundo, para fortalecermos nossa identidade e ancestralidade, conectando-nos com o futuro. Além dos constantes treinos, o grupo produz diversos encontros, entre batizados, trocas de cordel, rodas festivas, festivais de dança e campeonatos.

A Circulação do Espetáculo Quilombos da Liberdade – Identidade por escolas do DF conta com apoio da Secretaria de Cultura do Distrito Federal.

Serviço

Circulação do Espetáculo Quilombos da Liberdade – Identidade por escolas do DF
Quando? de 02 a 19 de agosto de 2017
Onde? Riacho Fundo, Taguatinga e Núcleo Bandeirante
Quanto? Entrada Franca
Classificação: Livre

PROGRAMAÇÃO

10/08 – Centro de Ensino Fundamental 01
Local: Núcleo Bandeirante
Horário: 11h e 17h

16/08 – Centro de Ensino Médio 01
Local: Núcleo Bandeirante
Horário: 10h40, 15h30 e 20h45

19/08 – Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia – IFB
Local: Riacho Fundo I
Horário: 9h