Em 1 ano, a venda de música digital cresceu 52%

No mesmo momento em que o selo independente brasiliense GRV, divulgava o seu tradicional TOP 10 semestral das vendas digitais dos mais de 147 artistas [ imagem abaixo], que exclsuivamente, distribui em todo o planeta; em Nova York, a Merlin, a agência global de direitos digitais para o setor de selos independentes, anunciava os resultados da sua pesquisa anual, identificando mudanças nos negócios de centenas de selos independentes e distribuidores de 40 países, além de tendências atuais e em desenvolvimento

Assim como em anos anteriores, os resultados são complementados por uma análise atualizada da distribuição de receita da Merlin, representando o conjunto mais valioso de direitos. Fora os controlados pelas três gravadoras major, a força dos 700 membros representa 12% do mercado global da música digital gravada através de 20.000 selos – incluindo selos reconhecidos mundialmente como Beggars Group, Domino, Epitaph/Anti, Kobalt Music Recordings, [PIAS], Secretly Group, Sub Pop e Warp Records.

Distribuição de receita da Merlin cresceu 52%. Os motivos são:

I – Impulsionado por um aumento significativo de streaming de áudio, a distribuição de receita ano-a-ano (abril 2016-março 2017) para selos independentes membros da Merlin cresceu 52% para $353m de dólares. Em um período de quatro anos, receitas pagas para membros da Merlin cresceu mais que oito vezes. Além de um novo acordo plurianual global de licenciamento com o Spotify (anunciado em abril de 2017), a Merlin agora tem parcerias em andamento com 20 novos serviços de música digital da nova geração, incluindo SoundCloud, YouTube Red, Pandora, Google Play, Deezer, Vevo e KKBOX.

II Em 2015, 55% dos membros da Merlin declararam que a renda digital representava mais da metade de suas receitas gerais. Dois anos depois, esse é o caso para mais de dois-terços (67%) dos membros. 39% declararam que a renda digital representa mais de 75% da sua receita geral.

III Apesar de uma mudança drástica de downloads para streaming, esse é o terceiro ano consecutivo que dois-terços (66%) de membros da Merlin reportaram crescimento de seus negócios, do final de 2015 ao final de 2016. 83% declararam serem otimistas sobre o futuro de seus negócios. 85% declararam que serem membros da Merlin é importante para seus negócios.

Charles Caldas, CEO da Merlin, declarou: “Na condição de sermos uma agência global, é especialmente positivo ver esse crescimento internacional consistente, e a contínua melhora no desempenho do repertório licenciado pela Merlin nos planos pagos”.

Baseado na análise de muitos bilhões de streams (Jan-Março 2017) | fonte: www.abmi.com.br

Musicalmente

A PARADA DA MÚSICA  |  GUSTAVO VASCONCELLOS  |  GRV@GRV.ART.BR 

Juntas