“Super Só e outros videoclipes”: solidão, fantasia e humor. O musical, que faz temporada de 19 a 29 de outubro no Teatro SESC Garagem, com direção de Miriam Virna, João Angelini e William Ferreira,é recheado com canções que têm o espírito da narrativa do teatro e falam sobre solidão, com humor

Nos noticiários da cidade, o principal comentário é a presença de um super-herói indesejado. As informações circulam e chegam até uma quadra comercial de Brasília e suas quitinetes. Até então protegidos em suas “caixas de morar”, os habitantes e trabalhadores do local são levados a compartilhar aspectos da vida humana. Solidão, medo, angústias, sonhos, desejos. A cada história, surge um enredo e uma trilha sonora que fazem do musical Super Só e outros videoclipes um espetáculo sobre as relações humanas com todos os nuances característicos, do humor à reflexão. A peça, com direção de Miriam Virna,João Angelinie William Ferreira,faz temporada de 19 a 29 de outubro no Teatro SESC GARAGEM, na 713/913 Sul.

Super Só e outros videoclipesnasceu das letras escritas pela artista multidisciplinar Miriam Virna (Prêmio ZilkaSallaberryde melhoratriz), que dirigiu o infantil Abigail e a Girafa, sucesso de público e de crítica no Centro Cultural Banco do Brasil Brasília, em 2015. Ao reunir o material e revela-lo aos amigos, ela decidiu montar o projeto. “A peça fala sobre questões humanas atuais, sobre a solidão, de um modo diferente”, comenta. Os pequenos dramas humanos e a angústia da trivialidade da vida são a matéria-prima da dramaturgia deste musical para uma voz e três atores.

A montagem é construída a partir de um processo em equipe. No espetáculo,Miriam se expõe novamente em vários papéis: está na dramaturgia, no palco, na direção e na composição. E juntou um time de peso para acompanha-la nesse projeto: Maíra Carvalho, premiada no Festival de Cinema de Gramado com um Kikito, responde pela direção de arte, cenário e figurino; Samuel Mota, da bandaMuntchako, na direção musical e arranjos; Angelini, além de dividir a direção, é autor das projeções.

As canções são como a espinha dorsal da narrativa e, em cena, surgem como videoclipes reveladas pelas artes de Angelini. Trata-se de umprojeto multimídia que aponta para diferentes vertentes, como videoclipes, cartoon,CD, e aqui se unem como Musical Cênico.No palco, os atores trabalham o corpo para cantar e interpretar.

Durante o espetáculo,além de Miriam que interpreta Rebeca,os atores Roberto Dagôe Elisa Carneiro interpretam Frederico, Marienilde, Driele e Otacílio. Todos são moradores ou frequentadores diários da quadra e, a partir do enredo, têm suas vidas cruzadas e alteradas por novos acontecimentos. São personagens tambémassombrados pela presença doSuper Só, uma espécie de super-herói àsavessas.Frederico, também conhecido como Fred, é um tímido crônico. Um rapaz com fobiasocial que tem o cotidiano perturbado com a chegada do cachorro Vitinho.Marienilde é balconista do “Armarinho Coisinhas”. Casada, ela vive entre os novelos e crochês e passa por uma profundacrise de vocação e familiar.Otacílio, zelador do prédio, preza pela ordem de todos e pela limpeza do local, mas sofre as amarguras de ter sido abandonado pela mulher.Driele veio do interior de Goiáspara tentar uma vida maisemocionante em Brasília, acaba se tornando operadora de telemarketing. Por fim, Rebeca, uma criança que se gaba de só comer comida rosa.

A cada janela da comercial que se abre no palco, um universo da realidade se revela.O público é convidado a pensar sobre diferentes aspectos da vida. “Super Só e outros videoclipespropõe um olhar para personagens docotidiano, geralmente, invisíveis e que são de fato, nós mesmos. O aspectofantástico fica por conta da presença do Super Só, que pelo próprio nome já diz a que veio”, afirma Miriam.

Serviço

“Super Só”
Teatro SESC Garagem
Data:19 a 29 de outubro de 2017
1ª semana: 19 a 22 (de quinta a domingo)
2ª semana: 27* a 29 (de sexta a domingo)
* Na sessão do dia 27 haverá audiodescrição para deficientes visuais
Horário: 20h
Endereço:W4 Sul Quadra 713/913 Brasília/DF
Telefone:(61)3445-4401
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)

Ficha técnica

Texto e canções de Miriam Virna
Direção: João Angelini, Miriam Virna e William Ferreira
Direção musical: Samuel Mota
Direção de arte e cenário: Maíra Carvalho
Figurino: Maíra Carvalho e Marcus Barozzi
Atores: Elisa Carneiro, Miriam Virna e Roberto Dagô
Visagismo: Marcus Barozzi
Direção de produção: Aline Cardoso | Burburinho Cultural